Acerca de mim

A minha foto
Maia, Porto, Portugal
Praça Dr. José Vieira de Carvalho, 45 - 2º Esq./Traseiras, "Edifício Lidador" 4470 - 202 MAIA (frente à Câmara Municipal da Maia).

QUEM SOMOS?

QUEM SOMOS?

O Grupo de Estudos Espíritas Nova Sagres é uma Associação constituída por pessoas da Maia e arredores, que se interessam pelo estudo, divulgação e a prática da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec.

Nosso Objectivo:

NOSSO OBJECTIVO:

Contribuir, através do estudo e divulgação do Espiritismo, para que todos os habitantes deste nosso planeta Terra encontremos a razão da nossa existência.
De onde vimos, para onde vamos e porque estamos aqui hoje!
Porque é assim a nossa vida! O que poderemos fazer para a melhorar!

Horário

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO



> Segunda-feira: (Público)
19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 às 22:30 - Estudo Básico da Doutrina Espírita.

Nota: Na 1.ª Segunda-feira de cada mês, o Estudo será substituído pela exibição de um Filme ou Documentário de caracter Espiritualista.

> Terça-feira - Encerrado.

> Quarta-feira: (Público)
19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 - Exposição Espírita (Palestra) seguida de Passe.

> Quinta- feira: (Privado)
21:00 às 22:30 - Estudo Avançado.

> Sexta-feira: (Privado)
20:50 às 22:30 - Reunião de Trabalhadores.

> Sábado e Domingo - Encerrado.

> Atendimento por marcação - (fora do horário normal de atendimento)
Diamantino Cruz - Telem. 96 984 29 29





Contactos

CONTACTOS:

E-mail: gee.nova.sagres@gmail.com

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Medicina Espiritual


A saúde humana, nunca será o produto de comprimidos, de anestésicos, de soros, de alimentação artificialíssima. O homem terá de voltar os olhos para a terapêutica natural, que reside em si mesmo, na sua personalidade e no seu meio ambiente. Há necessidade, nos tempos atuais, de se extinguirem os absurdos da “fisiologia dirigida”. A medicina precisa criar os processos naturais de equilíbrio psíquico, em cujo organismo, se bem que remoto para as suas actividades anatómicas, se localizam todas as causas dos fenómenos orgânicos tangíveis. A medicina do futuro terá de ser eminentemente espiritual, posição difícil de ser actualmente alcançada, em razão da febre maldita do ouro; mas os apóstolos dessas realidades grandiosas não tardarão a surgir nos horizontes académicos do mundo, testemunhando o novo ciclo evolutivo da Humanidade. O estado precário da saúde dos homens, nos dias que passam, tem o seu ascendente na longa série de abusos individuais e colectivos das criaturas, desviadas da lei sábia e justa da Natureza. A Civilização, na sua sede de bem-estar, parece haver homologado todos os vícios da alimentação, dos costumes, do sexo e do trabalho. Todavia, os homens caminham para as mais profundas sínteses espirituais. A máquina, que estabeleceu tanta miséria no mundo, suprimindo o operário e intensificando a facilidade da produção, há-de trazer, igualmente, uma nova concepção da civilização que multiplicou os requintes do gosto humano, complicando os problemas de saúde; há-de ensinar às criaturas a maneira de viverem em harmonia com a Natureza.
 
(Do livro "EMMANUEL" de Chico Xavier/Emmanuel, 1938)

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Sociedades edificadas na pilhagem


A ilação dolorosa que se pode extrair da situação actual é a de que essas sociedades foram edificadas à revelia do Evangelho, necessitando as suas bases de mais profundas transformações. Fundadas com o rótulo de Cristianismo, elas não o conheceram. A sombra do Deus antropomórfico que criaram para as suas comodidades, inverteram todas as lições do Salvador, em cujo ideal de fraternidade e pureza asseveraram progredir e viver. Distanciadas, porém, como se encontram, de uma identidade perfeita com os estatutos evangélicos, as sociedades europeias sucumbem sob o peso da sua opulência miserável. Suas fontes de cultura acham-se visceralmente envenenadas com as suas descobertas e ciências, que são recursos macabros para a destruição e para a morte. Não existe, ali, nenhuma unidade espiritual, à base do espírito religioso, mantenedora do progresso colectivo.

Como poderá persistir de pé uma civilização dessa natureza, se todos os seus trabalhos objectivam o extermínio dos mais fracos, estabelecendo o condenável critério da força?

O Ocidente terá de conhecer uma vida nova. Um sopro admirável de verdades há-de confundir os seus erros seculares. As sociedades edificadas na pilhagem hão-de purificar-se, inaugurando o seu novo regime à base da lição fraterna de Jesus.

Esperemos, confiantes, a alvorada luminosa que se aproxima, porque, depois das grandes sombras e das grandes dores que envolverão a face da Terra, o Evangelho há-de criar, no mundo inteiro, a verdadeira Cristandade.

 
(Do livro “EMMANUEL” de Chico Xavier/Emmanuel, 1938)

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Abri os vossos corações


A Paz esteja com todos nós e o Amor de Jesus adentre em vossos corações, por vossa permissão, vossa vontade, vosso desejo, sempre!

Não fecheis os vossos corações!

Reparai:

Uma caixa fechada, sem se saber o que tem dentro, que pode até estar vazia, o que isso pode causar?

Curiosidade, medo do que possa estar dentro, angústia, tentação, impressões várias e nada benéficas. Mas, se a caixa estiver aberta, contenha ela algo ou não, diante dos vossos olhos físicos, tudo é diferente!

Este é um exemplo, para vos alertar. Não fecheis o que é mais conveniente estar aberto, sobretudo o coração, a mente!... Para que tudo, diante de vós, se torne resplandecente, sem sombras, sem vendas, sem "segredos".

Segredo = metáfora, pois o segredo não existe, mesmo quando dizeis: “Só eu sei disto e mais ninguém e nunca o vou divulgar”, não é verdade, pois DEUS também o sabe, só por isso já é conclusivo que o "segredo" não existe. DEUS tem conhecimento de tudo o que fazemos, de tudo o que pensamos e, muitas vezes, mesmo antes da acção.

É pela acção de causa/efeito, que o tal "segredo" é, muitas vezes, sem terdes consciência, transmitido pelo pensamento, pelo sentimento, ao vosso irmão!

Uma vez mais vos apelamos à abertura, não ao aprisionamento! Abertura ao esclarecimento para que o amor cresça, aumente entre vós e através desse Amor se consigam resultados benéficos e evolutivos, pois, é essa a vontade do PAI, como nos disse JESUS.

Ficai em Paz e que o Amor seja sempre a fonte pura que sacia vossa sede!

(Mensagem psicográfica, recebida durante os trabalhos de passe, por: FL).

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

São chegados os tempos


São vindouros, meus filhos, são vindouros os tempos!

São tempos de percorrer caminho, de acelerar o passo, a aprendizagem, o esclarecimento, sem permitir que algo vos trave, vos impeça!

Ligai a vossa força maior a DEUS e ELE iluminará, com toda a luz, a escuridão que vai dentro de vossa alma! Escuridão, fruto da falta de força, de confiança, de coragem para buscar alento para as vossa necessidades.

"Não deixeis vosso barco na praia", lançai-o ao mar, com Fé, confiantes e obtereis boa pesca! 

Não fiqueis parados a ver passar o tempo sem agir! E, pior ainda, será ficar parados por medo do que vos é desconhecido. Descobri o que vos rodeia, o que DEUS está pondo sempre ao vosso dispor! Aproveitai, sem receio, as oportunidades!

Despertai neste amanhecer "neste tempo"! Tereis tempo para descansar na devida hora.

Estes tempos são de alerta, trabalho pela lei de DEUS, como nos transmitiu o mestre JESUS.

Muita confiança, muita força!

Ficai com a paz que DEUS emana sobre vós!

(Mensagem psicográfica, recebida durante os trabalhos de passe, por: FL). 2015-11-25

domingo, 25 de outubro de 2015

Precursores do Espiritismo

Numa obra intitulada: Charles Fourier, sua vida e suas obras, por Pellarin, encontrasse uma carta de Fourier ao Sr. Muiron, datada de 3 de dezembro de 1826, pela qual ele prevê os fenómenos futuros do Espiritismo.
 
Ela está assim concebida:
"Parece que os Srs. C. e P. renunciaram ao seu trabalho sobre o magnetismo. Eu apostaria que eles não fariam valer o argumento fundamental: é que, se tudo está ligado no universo, devem existir os meios de comunicação entre as criaturas do outro mundo e deste; quero dizer: comunicação de faculdades, participação temporária e acidental das faculdades dos ultramundanos ou defuntos, e não comunicação com eles. Esta participação não pode ter lugar no estado de vigília, mas somente num estado misto, como o sono ou outro. Os magnetizadores encontraram esse estado? Eu o ignoro? mas, em princípio, sei que deve existir."
Fourier escreveu isto em 1826, a propósito dos fenómenos sonambúlicos; ele não poderia ter nenhuma ideia dos meios de comunicação direta descobertos vinte e cinco anos mais tarde, e nem lhe concebia a possibilidade senão num estado de desligamento, aproximando de alguma sorte os dois mundos; mas ele não tinha menos a convicção do fato principal, o da existência dessas relações.
Sua crença sobre um outro ponto capital, o da reencarnação sobre a Terra, é ainda mais precisa quando ele diz: Tal mau rico poderá retornar mendigo à porta do castelo do qual foi o proprietário. É o princípio da expiação terrestre nas existências sucessivas, em tudo semelhante ao que ensina o Espiritismo, segundo os exemplos fornecidos por essas
mesmas relações entre o mundo visível e o mundo invisível. Graças a essas relações, esse princípio de justiça, que não existia no pensamento de Fourier senão no estado de teoria ou de probabilidade, tornou-se uma verdade patente.
(Revista Espírita de fevereiro de 1859).

domingo, 4 de outubro de 2015

Liberta-te


O homem, na essência, é um espírito imortal, usando a vestimenta transitória da via física.

A existência regular no corpo terrestre é uma série de alguns milhares de dias – átimos de tempo na Imortalidade – concedidos à criatura para o aprendizado de elevação.

A crosta do Mundo é o campo benemérito, onde cada um de nós realiza a sementeira do próprio destino.

A ciência é o serviço do raciocínio, erguendo a escola do conhecimento.

A filosofia é o sistema de indagação que auxilia a pensar.

A religião, porém, é a bússola brilhante, desde a Terra, o caminho da ascensão.

Todos nós somos herdeiros da Sabedoria Infinita e do Amor universal.

Entretanto, sem o arado do trabalho, com que possamos adquirir os valores inalienáveis da experiência, prosseguiremos colocados ao seio maternal do Planeta, na condição de lesmas pensantes.

Não repouses à frente do dia rápido.

Abre os olhos à contemplação da verdade que regera e edifica.

Abre a mente aos ideais superiores que refundem a existência.

Abre os braços ao serviço salutar.

Descerra o verbo à exaltação da bondade e da luz.

Abre as mãos à fraternidade, auxiliando ao próximo.

Abre, sobretudo, o coração ao amor que nos redime, convertendo-nos fielmente em companheiros do amigo Sublime das Criaturas, que partiu do mundo, de braços abertos na cruz, oferecendo-se à Humanidade inteira.

Cada inteligência tocada pela claridade religiosa, nas variadas organizações da fé viva, é uma estrela que ilumina os remanescentes da ignorância e do egoísmo, no caminho terrestre.

Liberta-te e sobre a luz do píncaro, a fim de iluminares a marcha daqueles mais necessitados que tu mesmo, na jornada de aperfeiçoamento e libertação.

(Do Livro “Apostilas da Vida” de André Luiz/Chico Xavier)

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Vaidade


Irmãos, irmãos queridos, depois de ter encontrado a luz, após muito sofrimento, escuridão, me foi permitido dar-vos o meu testemunho.

Não é com o sentido de repreender nem de julgar, apenas reforçar o que vos vai sendo transmitido através das riquíssimas obras espíritas, palestras de irmãos com conhecimento mais aprofundado, “bem intuídos” e mesmo exemplos.

Como pode ver, este vosso irmão (o médium), através da imagem que lhe foi mostrada, “Uma mulher alta, de contornos bem definidos, com vestes do mais alto estilo, com uma beleza EXTERIOR do mais alto nível”!

Fui muito, muito vaidosa! Era a minha maior preocupação, andar o mais vistosa possível.

Nunca fui sequer capaz de pensar em dar uma única veste a alguém!

Como pude ter sido assim! Nem o que não me fazia falta eu era capaz de dar, tão presa à vaidade!

E agora? Agora, de que me serviu essa atitude? Serviu-me de sofrimento, apenas e converteu-me em atraso.

Quantos irmãos eu poderia ter agasalhado do frio! Quantos eu poderia ter calçado, protegendo-lhes os pés das trilhadelas da calçada, apenas com o que não me fazia falta, mas, nem com esse eu fui capaz de ajudar, presa a vaidade!

Mas, depois de ter passado para este lado, sim, dei o valor! Senti o frio, magoei meus pés nas areias e foi aí que me apercebi do erro cometido!

Quantos irmãos eu poderia ter agasalhado! O bem, a caridade, felicidade que podia ter aproveitado proporcionar!

Como seria bem doce, saborear esses sentimentos, ao contrário dos que tive!

Aproveitai bem o tempo que vos resta, pois, ele passa rápido demais! Partilhai  o mais possível, não só o material mas também o Amor, a Paz!

Não cometeis o mesmo erro que eu! É muito melhor saborear  o doce da caridade que o amargo da vaidade!

DEUS se agradará das vossas boas obras.

Fiquemos com Deus!
(Mensagem recebida em 2015-07-15)

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Mudança de Plano


Não esperes pela morte do corpo físico para realizares o serviço da própria elevação.

Cada dia é oportunidade de ascensão ao melhor.

Cada tarefa edificante é degrau com que podemos subir às esferas superiores.

Todos respiramos em planos distintos e todos podemos alcançar horizontes mais altos.

Se te habituaste à irritação, cultiva o silêncio e a tolerância, com os quais te desvencilharás dos

laços sombrios da cólera, penetrando os domínios da luz.

Se tens a infelicidade de comprar inimigos, através de atitudes impensadas, detém-te na

serenidade e aprende a servir aos teus desafectos, alcançando, assim, o reino brilhante da simpatia.

Se ainda te debates nos desvãos da ignorância, não te esqueças do esforço na leitura sadia e

edificante para a aquisição do conhecimento e da sabedoria.
(Emmanuel/Chico Xavier - do livro "correio fraterno"

sábado, 6 de junho de 2015

Preconceito


Nova Sagres, 03 de Junho de 2015

 

Queridos e amados irmãos, que a Paz e o Amor de Jesus esteja entre todos nós, de ambos os lados da vida!

Amai, Amai sempre, sem PRECONCEITOS!

Não cometais o mesmo erro que eu cometi!

Agora, vejo o erro. Tarde demais!

Na hora, deixei-me levar por esses preconceitos de que vos advirto e não pensei que o Amor os deveria ultrapassar.

Não Amei, eu não tive sequer a coragem de pensar no Amor, em DEUS.

Quando, numa das minhas passagens pela terra e mãe de um filho, sendo ele já adulto, é chamado para ingressar numa missão de risco, em outro país, aceite por ele com coragem; por mim  com orgulho (vaidade).

O tempo passou e o meu orgulho era cada vez maior, à medida que se aproximava o fim programado dessa missão.

Perto do término dessa missão, meu filho contacta comigo, e me diz:

-Mãe, é chegada a hora de regressar a casa, mas eu só volto se aceitar  que leve comigo um amigo.

Eu respondi: sim.

Ele me diz:

- Mãe, esse amigo, ficou paralítico, aqui, num acidente, vive numa cadeira de rodas e vai permanecer assim para o resto da vida.

Eu, aí, disse: não, não, esse rapaz  vai ser um fardo em nossas vidas, esqueça esse rapaz e regresse rápido!

Alguns dias depois, recebemos um comunicado que nosso filho morreu.

Morreu! Como, se ainda há dias estava bem!

Ele suicidou-se.

Qual não foi o meu espanto, quando abrem a urna, e reparo que o meu filho, não tinha pernas! 

Aí, logo percebi, meu filho me pôs à prova quando falou no amigo e teve a minha cruel resposta “UM FARDO”.

Agora percebo, “Amai o próximo como a vos mesmos”.

Amai como gostais que vos amem e como o Pai nos Ama a todos!

Muita paz, irmãos!

Helena Pinheiro

(Mensagem psicográfica, recebida durante os trabalhos de passe, por: Filipe Lopes).

domingo, 31 de maio de 2015

O Poder do Amor


Acredita no amor e vive-o plenamente!

Qualquer expressão de afectividade propicia renovação de entusiasmo, de qualidade de vida, de metas felizes em relação ao futuro.

O amor, não é somente um meio, porém o fim essencial da vida.

Emanado pelo sentimento que se aprimora, o amor expressa-se, a princípio, asselvajado, instintivo, na área da sensação, e depura-se lentamente, agigantando-se no campo da emoção.

Quando fruído, estimula o organismo e oferece-lhe reacções imunológicas, que proporcionam resistência às células para enfrentar os invasores perniciosos, que são combatidos pelos glóbulos brancos vigilantes.

A força do amor levanta as energias alquebradas, e torna-se essencial para a preservação da vida.

Quando diminui, cedendo lugar aos mecanismos de reacção pelo ciúme, pelo ressentimento, pelo ódio, favorece a degeneração da energia vital, preservadora do equilíbrio fisiopsíquico, ensejando a instalação de enfermidades variadas, que trabalham pela consumpção dos equipamentos orgânicos...

Situação alguma, por mais constrangedora, ou desafio, por maior que se apresente, nas suas expressões agressivas, merecem que te niveles à violência, abandonando o recurso valioso do amor.

Competir com os não-amáveis, é tornar-se pior do que eles, que lamentavelmente ainda não despertaram para a realidade superior da vida.

Amá-los, é a alternativa única, à tua disposição, que deves utilizar, de forma a não te impregnares das energias deletérias que eles exalam.

Envolvê-los em ondas de afectividade é ato de sabedoria e recurso terapêutico valioso, que lhes modificará a conduta, senão de imediato, com certeza oportunamente.

O amor solucionará todos os teus problemas. Não impedirá, porém, que os tenhas, que sejas agredido, que experimentes incompreensão, mas te facultará permanecer em paz contigo mesmo.

É possível que não lhe vejas a florescência, naquele a quem o ofertas, no entanto, a sociedade do amanhã vê-lo-á enfrutecer e beneficiar as criaturas que virão depois de ti. E isto, sim, é o que importa.

Quando tudo pareça conspirar contra os teus sentimentos de amor, e a desordem aumentar, o crime triunfar, a loucura aturdir as pessoas em volta, ainda aí, não duvides do seu poder. Ama com mais vigor e tranquilidade, porque esta é a tua missão na Terra, amar sempre!

Crucificado, sob superlativa humilhação, Jesus prosseguiu amando e em paz, iniciando uma Era Nova para a Humanidade, que agora lhe tributa razão e amor.

Divaldo Pereira Franco. Da obra:  Momentos Enriquecedores.

 Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.

 Salvador, BA: LEAL, 1994.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Corolário do Amor

Corolário do Amor II
A vida, quando bem vivida, é uma gota de água deslizando, qual pérola sobre a Terra.
Por isso quando ouves falar em homens que se sacrificam, em arrojadas mulheres que tudo dão em favor dos outros, em crianças abnegadas e puras, em velhos que, terminando os seus dias terrenos, ainda se destacam pela sua bondade, pelo seu sacrifício, pela sua justeza em tudo quanto é reto, pensa, meu filho, que esses são aqueles que aprenderam já a cultivar o amor, e por isso, as suas almas elevando-se já, procuram paragens sublimes onde eles sabem que essa vida existe, que é a vida da dádiva contínua àqueles que dela carecem. Mas os que dela carecem não são os fartos, não são os chamados ricos da Terra, não são os nobres, não são os grandes sabedores, mas procura nos humildes, porque aí encontrarás aqueles que querem aprender a lição do amor, aqueles que desejam seguir-te, aqueles que querem ouvir-te.
Depois dá. Dá aquilo que existe em ti.
Comparámos um dia os sentimentos do homem a pétalas perfumadas que, ao longo do seu caminho, ele fosse espalhando.
Aqueles que o seguem e as colhem sentem o seu perfume que se traduz pela bondade e pelo amor que eles fundiram e difundiram entre todos.
Esse cultivo só pode ser real quando o homem se desinteressar de tudo quanto é grosseiro e material, para procurar mais alto o melhor e mais sublime.
Tu já podes ser um desses, porque agora chegaram até ti as palavras simples mas repassadas de amor de alguém que deseja elevar-te e trazer-te para uma vida melhor.
A ilusão da vida terrena conduz o homem incauto e desprevenido ao abismo. Porém se bem vivida, se bem compreendida, se bem aplicada, será a pérola sublime que desliza sobre a Terra.
E tu, meu filho, sê uma pérola.

COROLÁRIO DO AMOR – ESPÍRITO MARIA CELESTE -  PSICOGRAFIA DE MARIA ANTÓNIA GROSSO

quinta-feira, 26 de março de 2015

Potencial para ser feliz


Os dias parecem passar numa velocidade cada vez maior. O tempo parece escapar de nossas mãos. Várias tarefas são realizadas simultaneamente. A sensação é de que o tempo não será suficiente. Dê tempo a si mesmo. Permita-se respirar, relaxar, meditar, esvaziar a mente das preocupações, dos pensamentos desencontrados para que o encontro consigo mesmo seja possível.

Enfrente o vazio, permita-se mergulhar no silêncio, abra os braços para o voo no infinito, para o desprendimento das coisas que te prendem ao passado, ao medo, ao atraso.

Deixa que o novo surja, os modelos ainda não experimentados, os sentimentos ainda não vividos, as palavras não ditas, o carinho não manifestado, o amor não sentido.

Deixa que o que está represado se lance definitivamente em tua vida, desaguando no oceano infinito do teu potencial de ser feliz.

Não, a felicidade não é utopia. Ela pode ser sentida até mesmo em meio às crises, aos embates, às lutas ferrenhas desta vida. Pois a felicidade é proporcionada pela consciência de que tens o poder de enfrentar tudo o que vier, o poder de acordar a cada dia com as energias renovadas para realizar tudo o que precisa ser realizado.

Ser feliz é poder amar, manifestar o amor em todas as suas formas, é ser o amor. E o amor é um sentimento que pode ser levado a todos os momentos porque está em ti. Não importa o momento que vives. Deixa este sentimento , esta energia poderosa tomar conta de ti e ama tudo ao redor: as estrelas, o sol, a beleza e até a tristeza dos momentos de perda que  te levam a ser mais experiente e capaz de transformar o amargo no doce.

Luz e paz!

Maria Rosa

(mensagem psicografada pela médium Cristina Barude,  Salvador, 26.02.15)

sexta-feira, 20 de março de 2015

Aceitar com amor as adversidades


Sempre que a tristeza te visitar, lembra-te que o Sol nasce todos os dias para te iluminar o pensamento e aquecer o coração. Confia que o amanhã é sempre melhor, para que te não deixes vencer pelo desânimo. E, quando o amanhã chegar, verás que um novo dia, um novo Sol acariciou o teu ser.

Lá atrás, ficou a tristeza que hoje te tornou mais forte, sereno e feliz.

Recolhe-te no teu íntimo, nos dias mais difíceis e aconchega-te no Amor do Pai! Só Ele te dará o conforto de que necessitas para aceitar com amor as adversidades.
 
(Mensagem recebida em 21 de novembro de 2014)

sábado, 14 de março de 2015

O Sorriso


De cada vez que sorris, a tua alma espreita e brilha para quem te acompanha. Esse teu sorriso pode ser o alento, o carinho, a luz que fortalece o coração de quem o recebe.

Sorri sempre, pois assim, abres a tua alma de forma sincera e humilde. E, quem o recebe sente essa sinceridade e certamente, vai corresponder com outro igual.

Ajuda a fazer uma cadeia de sorrisos e, um dia, a humanidade abriu completamente a sua alma com humildade e harmonia. Nesse dia, o homem da Terra tem um só coração a pulsar, nesse dia, chegou o homem à Terra Prometida.

Sorri, sempre!

(Mensagem recebida durante os trabalhos, em dezembro de 2014).

sexta-feira, 6 de março de 2015

Ousa mudar





Sente a beleza da vida que se renova com o arrependimento!

Sente o aroma da felicidade no ar!

Sente a cor e a luz da alegria que salta dos corações arrependidos!

A mudança é obreira de milagres na vida das pessoas.

Contra toda a tua resistência à mudança, ousa em mudar!

Há sempre algo que pode fazer de ti, todos os dias, um homem novo e revivido.

Ousa olhar para ti com os olhos críticos com que olhas para os outros!

Ousa apontar em ti o que tão facilmente apontas nos outros!

Essa ousadia ser-te-á benéfica, se não te preocupares em encontrar uma justificação mas cuidares pela busca da superação.

Sê um homem novo a cada dia e o teu mundo terreno sentirá o benefício!

Procura-te e encontra-te, com verdade, amor e humildade!

  (Mensagem, psicográfica, recebida durante os trabalhos em 27/02/2015).


 
 
 
 

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Perdão


Perdoa sempre!

Perdoa para te libertares das amarras que desassossegam o coração!

O irmão que te ofende é ainda mais sofredor do que tu.

O teu perdão é sempre um motivo para uma reflexão na consciência de quem perdoas. Uma reflexão pode ser o início da mudança.

Vive em paz e na serenidade do perdão à tua volta!

Mesmo rodeado de dificuldades, que a serenidade no espírito nunca te abandone!

Sê feliz! Perdoa, pois assim, ensinas a perdoar!

O perdão liberta: liberta-te a ti e liberta quem te ofendeu.

Com o perdão, transformas uma amarra e um cárcere numa aliança.

Cria alianças duradouras e felizes!

(Mensagem, psicografada, recebida durante os trabalhos em 13/02/2015).

sábado, 31 de janeiro de 2015

Cultiva a harmonia, sempre!


Quando sentires que as tuas palavras, não vão ser dóceis e construtivas, entrega-te ao silêncio dos lábios!

E se o som do teu pensamento que fica, não for dócil e afável, entrega-te ao silêncio da tua mente!

E ainda assim, se a música do teu coração, não for harmoniosa e doce, silencia-o também!

Usa o silêncio como a forma mais eficaz de lutares contra as tuas tendências mais íntimas de desamor!

Ouve o silêncio em ti e tudo se harmonizará com o Universo: os teus lábios, a tua mente, o teu coração!

Cultiva essa harmonia em ti e à tua volta, sempre!
 
(Mensagem recebida durante os trabalhos do dia 30 de janeiro de 2015).

domingo, 25 de janeiro de 2015

Cuida de ti


Cuida de ti, do teu espírito eterno, do teu corpo da terra!

Cuida da saúde física e mental!

Cuida-te para que estejas sempre pronto e saudável para quando as vicissitudes te batem à porta!

Cuida-te para estares bem quando ajudas o teu próximo, para que não sejas um doente a cuidar de outro doente!

Cultiva bons hábitos, alimenta-te de forma equilibrada e saudável!

Descansa o corpo na medida certa da tua necessidade e trabalha sempre para que possas ser útil aos outros, para que mantenhas a mente sã, com ocupações dignas!

Tudo o que fizeres, faz com gosto e alegria!

Se assim te cuidares a ti, cuidarás também os outros com a mesma energia e esse cuidado frutificará sempre.
 

(Mensagem recebida durante os trabalhos de 23 de janeiro de 2015).

sábado, 17 de janeiro de 2015

Para Seres Feliz


Deixa que a doçura e a candura estejam sempre nos teus lábios, na tua mente e no teu coração!
Sê brando de espírito para que possas apaziguar os espíritos mais conturbados!
Sê dócil nas palavras que diriges aos irmãos mais ríspidos!
Sê tolerante com os que se impacientam contigo!
Brilhe a luz do teu interior para iluminar os passos dos irmãos que caminham no crepúsculo!
Fica feliz quando parece que cedes e deixas vencer o mais inflexível, pois a tua cedência vai ser a água que apazigua a fogueira.
Sê feliz com a simplicidade de tudo o quanto sai de ti, do teu coração e da tua mente!
Sê feliz na adversidade que encontras e nunca deixes de ser dócil e brando!
Assim, sabes que a luz do amor brilha dentro de ti.
 
(Mensagem recebida durante os trabalhos de 16/01/2015).
 
 

 

sábado, 10 de janeiro de 2015

São chegados os tempos


São chegados os tempos de dar provas de tudo o quanto já foi entendido e contribuiu para o despertar das nossas consciências.

O homem já possui o conhecimento suficiente para trilhar o bom caminho, agora só precisa de exercitar a vontade de fazê-lo.

Enquanto esse caminho não iniciar, não serão abertas novas portas de conhecimento, pois, é necessário atingir um determinado patamar de entendimento para a aquisição de novo conhecimento.

Dediquemo-nos a entender e exercitar o muito que já temos à disposição para alimentar os nossos espíritos.

Uma caminhada de Luz nos aguarda mas, acima de tudo, um grande esforço no sentido de entreajuda é mais sublime do que caminhadas solitárias. Somos todos um só. Apenas quando o nosso próximo estiver bem, nós próprios estaremos bem. E recordemos que já temos muito do que precisamos, apenas temos que praticar, viver, exercitar no dia-a-dia.

Sejamos solidários no que já conhecemos e entendemos para levar a quem ainda não sabe ou não conhece. Se todos trabalharmos desta forma, alguém ao nosso lado nos surgirá com aquilo que ainda não entendemos e nos ajudará a compreender. Assim o mundo será um conjunto de verdadeiros irmãos na ajuda, na fé e na confiança.
(Mensagem recebida na Nova Sagres em 26 de dezembro de 2015)