Acerca de mim

A minha foto
Maia, Porto, Portugal
Praça Dr. José Vieira de Carvalho, 45 - 2º Esq./Traseiras, "Edifício Lidador" 4470 - 202 MAIA (frente à Câmara Municipal da Maia).

QUEM SOMOS?

QUEM SOMOS?

O Grupo de Estudos Espíritas Nova Sagres é uma Associação constituída por pessoas da Maia e arredores, que se interessam pelo estudo, divulgação e a prática da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec.

Nosso Objectivo:

NOSSO OBJECTIVO:

Contribuir, através do estudo e divulgação do Espiritismo, para que todos os habitantes deste nosso planeta Terra encontremos a razão da nossa existência.
De onde vimos, para onde vamos e porque estamos aqui hoje!
Porque é assim a nossa vida! O que poderemos fazer para a melhorar!

Horário

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO



> Segunda-feira: (Público)
19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 às 22:30 - Estudo Básico da Doutrina Espírita.

Nota: Na 1.ª Segunda-feira de cada mês, o Estudo será substituído pela exibição de um Filme ou Documentário de caracter Espiritualista.

> Terça-feira - Encerrado.

> Quarta-feira: (Público)
19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 - Exposição Espírita (Palestra) seguida de Passe.

> Quinta- feira: (Privado)
21:00 às 22:30 - Estudo Avançado.

> Sexta-feira: (Privado)
20:50 às 22:30 - Reunião de Trabalhadores.

> Sábado e Domingo - Encerrado.

> Atendimento por marcação - (fora do horário normal de atendimento)
Diamantino Cruz - Telem. 96 984 29 29





Contactos

CONTACTOS:

E-mail: gee.nova.sagres@gmail.com

sexta-feira, 21 de março de 2014

E a Vida Continua


O carro seguia velozmente pela estrada. A dada altura, tudo ficou escuro.
Não sei bem como aconteceu. O certo é que aconteceu!
Sentado na berma da estrada, chorava copiosamente o acontecido. Por mais que eu tentasse compreender, não conseguia.
Dois desconhecidos se aproximaram e tentavam acalmar-me, mas eu continuava a não perceber.
Com a cabeça entre as mãos, eu chorava sem conseguir parar.
Sentia que mais pessoas se aproximavam de mim, mas eu não queria olhar.
-Hélio meu filho, olha para mim , sou eu, o teu avô!
Levantei-me num pulo e abracei-me ao meu avô.
-Avô, eu sei, eu morri!
Eu  não queria ver o que me estava a acontecer!
-Sim meu filho, estás do outro lado, não desesperes! Desencarnaste, e a vida continua!
-Avô, e agora, como vai ser? E os meus pais? Avô, eles devem estar desesperados!
-Não meu filho, teus pais, neste momento, estão a ser amparados, choram a tua partida, mas, logo, logo vão compreender que chegou a hora de voltares ao plano espiritual.
-Avô, como se lida com as saudades daqueles que deixamos? Avô, a porta fecha-se e depois, como e quando os voltamos a ver?
-Hélio, meu filho, não há porta, apenas estamos em planos diferentes. Sempre que possas, irás visitá-los. Apesar de eles não te verem, podem talvez sentir-te, aperceberem-se da tua presença.
-Avô, queria tanto dar um beijo aos meus pais! Saí de casa com tanta pressa que nem me despedi deles. Posso, avô?
Hélio, aproximou-se da mãe que estava junto ao corpo, beijou-lhe a face e murmurou-lhe ao ouvido:
-Mãe, sou eu, não chores, estou com o avô, sempre que possa venho visitar-vos. Eu amo-vos!
Passou pelo pai deu-lhe um beijo e disse-lhe:
-Pai, perdoa-me! Eu amo-vos!
Saiu na companhia do avô e dos dois jovens que o tentaram acalmar.

E a vida continua…