Acerca de mim

A minha foto
Maia, Porto, Portugal
Praça Dr. José Vieira de Carvalho, 45 - 2º Esq./Traseiras, "Edifício Lidador" 4470 - 202 MAIA (frente à Câmara Municipal da Maia).

QUEM SOMOS?

QUEM SOMOS?

O Grupo de Estudos Espíritas Nova Sagres é uma Associação constituída por pessoas da Maia e arredores, que se interessam pelo estudo, divulgação e a prática da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec.

Nosso Objectivo:

NOSSO OBJECTIVO:

Contribuir, através do estudo e divulgação do Espiritismo, para que todos os habitantes deste nosso planeta Terra encontremos a razão da nossa existência.
De onde vimos, para onde vamos e porque estamos aqui hoje!
Porque é assim a nossa vida! O que poderemos fazer para a melhorar!

Horário

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

> Segunda-feira: (Público)

19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 às 22:30 - Estudo Básico da Doutrina Espírita.

Nota: Na 1.ª Segunda-feira de cada mês, o Estudo será substituído pela exibição de um Filme ou Documentário de caracter Espiritualista.

> Terça-feira - Encerrado.

> Quarta-feira: (Público)
19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 - Exposição Espírita (Palestra) seguida de Passe.

> Quinta- feira: (Privado)
21:00 às 22:30 - Estudo Avançado.

> Sexta-feira: (Privado)
20:50 às 22:30 - Reunião de Trabalhadores.

> Sábado e Domingo - Encerrado.

> Atendimento por marcação - (fora do horário normal de atendimento)
Diamantino Cruz - Telem. 96 984 29 29





Contactos

CONTACTOS:

E-mail: gee.nova.sagres@gmail.com

sábado, 10 de novembro de 2012

O Segredo da Oração


No ano 24 d.C., Jesus se reunia em Cafarnaum com um pequeno grupo de discípulos, (entre os quais se encontrava José de Arimateia, em convalescença após grande viagem onde contraíra uma doença) para discutirem questões filosóficas, quando surge a questão da prece:

“ Seu senso de humor se fazia evidente com frequência em seu sarcasmo e, embora fossem amigos a quem ele amava, ele utilizava as farpas do sarcasmo para fazer com que suas mensagens atingissem o alvo.
-Se seu Pai celestial é omnisciente, como bem afirmamos – começava ele – não saberá de nossas necessidades antes de lhas contarmos? Não conhecerá a dimensão completa das nossas necessidades até mesmo melhor do que nós? Então você, só está diminuindo Deus quando se atreve a lhe contar o problema, não é mesmo?
Isto, era algo bem elaborado, mas de um enorme bom senso, como até mesmo os pescadores e colectores de impostos entendiam. Ele insistia mais ainda para que, ao rezar, não se mantivesse em mente uma solução pré-concebida para o problema.
- Porque vocês limitam Deus? – Dizia. – Deus pode imaginar soluções para lhes oferecer que são centenas de vezes mais generosas e desejáveis do que jamais imaginariam! Dêem a Deus a oportunidade de demonstrar seu amor por vocês!
- Mas, se nós não contarmos os nossos problemas e não ficarmos pensando na solução desejada – perguntou o surpreso Simão, - o que devemos dizer e que pensamentos devemos manter em nossas mentes?
- Ah, Simão! – Respondeu – Você chega tão perto da iluminação, mas não consegue ver o último passo. A resposta é simples, não é? – Dizia, enquanto olhava ao redor do círculo. Ao não obter resposta, ele completaria:
- Não digam nada! Esvaziem suas mentes, completamente! Esta é a prece perfeita. Então, Deus falará com você! E este é o grande segredo da oração que poucos homens conhecem.
De novo Simão, teimosamente arremeteria:
- Mas, Mestre, como esvaziar nossas mentes? Não importa se estou descansando ou trabalhando, minha mente é sempre um turbilhão: penso em meus problemas, esperanças e sonhos, coisas que podem ser bobas, mas estou sempre pensando. Não consigo pensar uma maneira de esvaziar minha mente!
- Simão, Simão – respondeu Jesus amorosamente, - jamais preciso me preocupar quando você está comigo, pois você sempre me lembrará o que é necessário. Sim, preciso ensinar como esvaziar suas mentes, pois é só desta maneira que a voz imperturbável e baixa de Deus os poderá guiar. Durante o tempo que nos é dado para estarmos juntos, eu lhes falarei a respeito da sabedoria que agora vocês podem aceitar. Além disso, vocês aprenderão pouco a pouco à medida que ouvem, enquanto Deus, nosso Pai, vos fala durante a meditação; pois Ele sempre saberá exactamente o que precisam e quanto podem aceitar.
A partir daí, durante vários fins-de-semana seguidos, ele nos orientou delicadamente em meditações guiadas, de vários tipos, as quais ele aprendera durante suas viagens. Estes exercícios tinham um só objectivo: concentrar nossas mentes e, então, aquietá-las.”

Enxerto do Livro "José de Arimateia o Discípulo de Jesus" de Frank C. Tribbe