Acerca de mim

A minha foto
Maia, Porto, Portugal
Praça Dr. José Vieira de Carvalho, 45 - 2º Esq./Traseiras, "Edifício Lidador" 4470 - 202 MAIA (frente à Câmara Municipal da Maia).

QUEM SOMOS?

QUEM SOMOS?

O Grupo de Estudos Espíritas Nova Sagres é uma Associação constituída por pessoas da Maia e arredores, que se interessam pelo estudo, divulgação e a prática da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec.

Nosso Objectivo:

NOSSO OBJECTIVO:

Contribuir, através do estudo e divulgação do Espiritismo, para que todos os habitantes deste nosso planeta Terra encontremos a razão da nossa existência.
De onde vimos, para onde vamos e porque estamos aqui hoje!
Porque é assim a nossa vida! O que poderemos fazer para a melhorar!

Horário

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

> Segunda-feira: (Público)

19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 às 22:30 - Estudo Básico da Doutrina Espírita.

Nota: Na 1.ª Segunda-feira de cada mês, o Estudo será substituído pela exibição de um Filme ou Documentário de caracter Espiritualista.

> Terça-feira - Encerrado.

> Quarta-feira: (Público)
19:00 às 20:45 - Atendimento Fraterno.
21:00 - Exposição Espírita (Palestra) seguida de Passe.

> Quinta- feira: (Privado)
21:00 às 22:30 - Estudo Avançado.

> Sexta-feira: (Privado)
20:50 às 22:30 - Reunião de Trabalhadores.

> Sábado e Domingo - Encerrado.

> Atendimento por marcação - (fora do horário normal de atendimento)
Diamantino Cruz - Telem. 96 984 29 29





Contactos

CONTACTOS:

E-mail: gee.nova.sagres@gmail.com

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Deus criou o mal ?

 
Durante uma conferê ncia com vários universitários, um professor da Universidade de berlim desafiou seus alunos com esta pergunta:
–Deus criou tudo o que existe?
Um aluno respondeu com grande certeza:–Sim, Ele criou!
–Deus criou tudo? Perguntou novamente o professor.
–Sim senhor, respondeu o jovem.
O professor indagou:–Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal ? pois o mal existe, e partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmo, então Deus é mau?
O jovem ficou calad diante de tal resposta e o professor, feliz , se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era uma perda de tempo.
Outro estudante levantou a mão e disse:– Posso fazer uma pergunta, professor?
–Lógico, foi boa a resposta do professor . O jovem ficou de pé e perguntou:
–Professor o frio existe??
–Que pergunta é essa?? Lógico que existe , ou por acaso você nunca sentiu frio?
Com certa imponência rapaz respondeu:–De fato, senhor, o frio não existe. Segundo as leis físicas, o que consideramos frio, na realidade é a ausência de calor. Todo corpo ou objeto é suscetível de estudo quando possui ou transmite energia, o calor é o que faz com que este corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor,todos os corpos ficam inertes, incapaz de reagir, mas o frio não existe.Nó criamos essa definição para descrever como nos sentimos se não temos calor.
–E, existe a escuridão? Continuou o estudante.
O professor respondeu temendo a continuação do estudante:
–Existe !!Respondeu o professor
E o estudante continuou:
–Novamente comete um erro, senhor, a escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode-se estudar, a escuridão não! Até existe o prisma de Nichols para decompor a luz branca nas várias cores de que está composta, com suas diferentes longitudes de ondas. A escuridão não! Continuou :–Um simples raio de luz atravessa as trevas e ilumina a superfície onde termina o raio de luz. Como pode saber quão escuro está um espaço determinado? Com base na quantidade de luz presente nesse espaço, não é assim?! Escuridão é uma definição que o homem desenvolveu para descrever o que acontece quando não há luz presente.
Finalmente , o jovem perguntou ao professor:
–Senhor, o mal existe? Certo de que para esta questão o aluno não teria explicação, o professor respodeu:
–Claro que sim! Lógico que existe. Como disse desde o começo, vemos, estupros, crimes e violênciano mundo todo, essas coisas são do mal! Com um sorriso no rosto o estudante respondeu: –O mal não existe, senhor, pelo menos não existe por si mesmo. Omal é smplesmente a ausência do bem, é o mesmo dos casos anteriores, o malé uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus. Deus não criou o mal. Não é como a fé ou como o amor, que existem como existem o calor e a luz. O mal é o resultado da humanidade não ter a Deus presente em seus corações . É como acontece com o frio quando não há calor, ou escuridão quando não há luz . Por volta dos anos 1900, este jovem foi aplaudido de pé, e o professor apesas balançou a cabeça permanecendo calado. Imediatamente o diretor dirigiu-se àquele jovem e perguntou qual era seu nome? Respondeu:
Albert Einstein, senhor !

1 comentário:

JM disse...

Já conhecia esta passagem numa versão mais reduzida, mas só uma grande personalidade espiritual tem conhecimento para tão bem explicar a existência do mal com a ausência de Amor.